Microcontroladores Acessíveis – A geração “Faça você mesmo”

Estudantes que hoje entram em cursos técnicos e superiores relacionados a tecnologia possuem uma amplitude nova de ferramentas para desenvolver seus projetos pessoais: os microcontroladores acessíveis. Empresas e fundações inovadoras como a Arduino, Raspberry Pi, BeagleBoard e Espressif apresentam soluções a preços mais acessíveis. Elas permitem ao usuário criar novos projetos de robótica, IoT (Internet of Things), domótica, entre outras possibilidades. Além disso têm como fundamento a função educacional.

Arduino

A plataforma Arduino foi desenvolvida para prototipagem eletrônica. Ela é uma plataforma de Hardware livre, ou seja, as informações sobre o controlador, o desenvolvimento da placa, portas lógicas e afins são totalmente liberadas na internet. É equivalente ao Software livre. As placas desenvolvidas pela Arduino podem ser utilizadas para criar objetos independentes que interajam com o ambiente. Podem também ser conectadas a um computador e serem usadas como placas I/O.

Arduino Uno: Um dos produtos Arduino mais populares (fonte: http://bit.ly/2jByUxz)

O poder do Arduino individualmente já é grande, contudo ele aumenta ainda mais quando adicionamos extensões, chamadas Shields. Elas são compostas por sensores e/ou módulos para aumentar ainda mais as utilidades das placas. Em posse desses recursos, o usuário pode criar soluções muito mais complexas para diversos usos. Para programar a placa, é disponibilizada uma IDE própria, que pode ser encontrada e baixada gratuitamente através desse Link. A linguagem de programação é adaptada de C/C++, o que torna fácil para programadores iniciantes também utilizarem.

Aplicação criada utilizando Arduino Uno e Shields (Fonte: http://bit.ly/2innQ5R)

Uma última vantagem interessante ainda da Arduino é ter uma comunidade muito forte. Isso faz com que a divulgação de projetos, códigos, bibliotecas seja ampla e exponencial na rede, e facilita o acesso de todos a projetos. O youtube possui muitos videos da geração de novos Makers que utilizam dessas plataformas para fazer seus projetos. Abaixo temos um exemplo onde foram feitos propulsores aquáticos de pulso utilizando Arduino Nano em uma oficina de garagem.

Raspberry Pi

O Raspberry Pi é um computador de uma placa apenas, também chamados de SoC (System-on-a-Chip), e é criação da Raspberry Foundation. O objetivo principal da criação foi fazer com que crianças e jovens tivessem mais acesso ao aprendizado de Ciência da Computação, explorar seu potencial e aprender a programar em linguagens como Python. Essa ferramenta é hoje muito usada também por Makers de todo o mundo, para concretizar os projetos nas áreas de Domótica, IoT, simular antigos consoles, entre outras aplicações.

Raspberry Pi – O computador de uma peça só. (Fonte: http://bit.ly/2j7u7Vn)

Essa ferramenta é mais poderosa e exige alguns passos a mais para ser colocada em funcionamento. Contudo, a comunidade online de desenvolvedores também é muito forte, o que facilita a um desenvolvedor que queira fazer seus projetos usando Raspberry Pi encontrar as respostas para suas dificuldades facilmente. No vídeo abaixo é possível ver alguns Gadgets criados usando essa plataforma.

BeagleBoard

Assim como a Raspberry Pi, BeagleBoard é uma fundação sem fins lucrativos que criou um computadores de placa única, ou SoC’s, e que assim como as placas da Arduino, são considerados Hardware livre. Essa fundação foi criada pela empresa americana de Hardware chamada Texas Instruments.

BeagleBone Black – Exemplo de SoC da BeagleBoard (Fonte: http://bit.ly/2jffXn6)

Assim como nos casos anteriores, comunidades de Hardware Livre compartilham muito conhecimento na internet, o que permite ao usuário sanar a maior parte das suas dúvidas online. Como a comunidade em outros lugares do mundo ainda não é tão forte, não há tanta divulgação como no caso do Arduino Raspberry Pi. Isso não quer dizer que a qualidade e capacidade da placa sejam inferiores. Abaixo um projeto de controle de VANT, popularmente conhecido como Drone.

EspressIf

A EspressIf é uma empresa ainda pouco divulgada no Brasil, mas com produtos muito em conta. Ela produz SoC’s de baixissimo custo. Eles possuem comunicação Wireless, o que permite produzir soluções para IoT muito interessantes e de baixo custo. Os chips podem ser programados em diversas linguagens, inclusive utilizando a mesma IDE da Arduino. Abaixo é possível ver um projeto de carro remotamente controlado utilizando o ESP8266. Outro produto interessante é o ESP32.

Em posse de tantas ferramentas e informações, o usuário pode escolher a solução que mais se adapta à necessidade do seu projeto.

Mateus Coelho

Mateus Coelho

Bacharel em Engenharia de Controle e Automação pela Universidade Federal de Minas Gerais, ex-estagiário do Fraunhofer Institut para Óptica e Engenharia de Precisão em Jena, Alemanha. Desenvolvedor, estudante de Inteligência Computacional, tem conhecimentos também sobre instrumentação e eletrônica.

https://www.linkedin.com/in/mateuscoelhos
Mateus Coelho